Autogestão: O que é e qual sua importância?

Antigamente, a gestão de pessoas dentro das empresas era meramente burocrática. Afinal, as preocupações dos gestores eram apenas contratar e demitir, dar férias e pagar salários. Porém, com o passar do tempo, a gestão de pessoas, passou a se tornar mais participativa. Começaram as buscas por uma melhor qualidade dos processos da empresa. A autogestão é fruto dessa mudança. Pois, foi aí que as habilidades e competências passaram a ser valorizadas. 

Além disso, durante a pandemia, ela se mostrou ainda mais necessária. Ela trouxe a confiança de que mesmo em casa, o funcionário seria bom. 

O que é autogestão? 

Autogestão é a capacidade do profissional de ter controle para definir e seguir sua rotina de trabalho, garantindo a entrega de um serviço de qualidade. Tudo isso estando ciente do impacto do seu trabalho na rotina e trabalho de outras pessoas envolvidas. 

Para resumir, dizemos que ela tem a ver com autonomia e liberdade de agir. Quando a autogestão é incentivada nas empresas, a presença do chefe é quase invisível. Pois o funcionário, apesar de seguir as diretrizes, organiza e faz suas tarefas por si só. Ou seja, possui autonomia. 

A autogestão porém, não se trata de uma mesa organizada. Afinal, em uma montagem de uma rotina com suas tarefas, sua mesa estar com tudo no lugar, não é a maior prioridade. 

Porquê devo adotar a autogestão? 

Existem diversos motivos para você adotar essa maneira de trabalhar. Separamos aqui as 5 principais razões para que você comece a desenvolver mais autonomia em sua rotina. 

  1. CONTROLE DE TAREFAS: Para começar a autogestão, você precisa ter um controle de todas as tarefas do seu dia a dia. Dessa forma, ela facilitará sua organização e entendimento das tarefas do seu dia, semana e mês.
  2. METODOLOGIA: A autogestão te permite desenvolver uma metodologia para o seu trabalho, ou seja, desenvolver seu próprio método para começar suas atividades, como fazer elas, onde fazer e quando. 
  3. DEFINIR PRIORIDADES: Ao adotar a esse sistema você precisa definir suas prioridades. Portanto, você terá a capacidade de definir com mais eficiência quais as tarefas que você precisa fazer antes. 
  4. APRENDER A DEFINIR METAS: Ao começar a usar esse método, você com certeza terá dificuldade em ter metas realistas para o seu dia. Porém, ele trará para você um processo de auto conhecimento, onde você aprenderá a definir metas que você consegue cumprir. Ou seja, entenderá qual seu nível de produtividade, o quanto você aguenta fazer em um dia. 
  5. AUTOAVALIAÇÃO: Aprender a se autoavaliar é muito importante quando você adota a autogestão. Pois esse processo nos ajuda a avaliar nosso desempenho e entender o que precisamos melhorar e aprimorar nos nossos processos. 

Existem além desses vários outros motivos para começar a usar esse sistema, pois todas essas coisas tem uma característica em comum: Pró-atividade. Ou seja, para que você consiga usar esse método de trabalho, você precisa aprender em primeiro lugar a se tornar uma pessoa proativa. Afinal, a única pessoa que irá controlar sua agenda é você. 

3 dicas para visualizar suas tarefas

Se você chegou até aqui, provavelmente gostou da ideia de ser aquele que controla suas atividades diárias. Portanto trouxemos aqui algumas dicas para te ajudar a usar esse sistema com maior eficiência. 

Planner e Agendas

O primeiro passo para a autogestão é anotar suas tarefas. Muitas vezes para entender tudo que você precisa fazer, você precisa anotar e ver todas as suas atividades. Afinal, nem sempre temos como lembrar tudo. 

Para isso você pode usar papel e caneta, tendo uma agenda escrita, ou então um planner que está na moda hoje em dia. 

No caso de optar pela visualização escrita, recomendamos uma agenda semanal ou diária, para organizar suas tarefas. 

Aplicativos 

Porém com a internet, muitas pessoas preferem usar sistemas virtuais para se organizar. O mais conhecido desses sistemas é o Trello. Ele tem infinitas formas de se organizar, e também um modelo padrão para quem preferir. 

Mapas mentais

Os mapas mentais podem ser feitos no papel ou pela internet. Eles são ótimos para quem pensa de uma maneira mais esquematizada, pois têm ramificações que podem ser úteis para o dia a dia. Além disso os mapas mentais estimulam o cérebro de uma forma diferente dos outros modelos de organização.

Antes de ir...

Entre para Grupo Exclusivo no Whatsapp

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.